[ Boletim ]

Digite sua Senha:

Nome: Helen - Ínicio no Bushido Ryu: 21/08/2009 - Idade: 38



Quem Sou Eu ?
Sou como o Bicho-da-Seda, vivo no meu casulo, tecido a partir das minhas preciosidades. Me encontro em processo de metamorfose e um dia espero me transformar em uma linda borboleta branca.
O Bushido Ryu para mim!
Bushido Ryu para mim é um lugar onde Pessoas, apaixonadas por esta Arte, movidas pelo amor e ideal de ajudar o outro, me restauram e conduzem através dos treinos e da Filosofia, a um despertar total do meu Ser. Reforçando minhas qualidades, potencializando, canalizando e descobrindo minhas habilidades. Testando e desafiando meus limites, fortalecendo meu físico, desenvolvendo minha auto-estima, segurança e coragem para enfrentar medos, vergonhas, verdades e egos. Alimentando e resgatando minha força e inteligência interiores para superação das dores, desânimos e fraquezas da Alma. Trabalhando com os meus defeitos de caráter, refinando minhas condutas através dos exercícios de ser, pensar, refletir e agir. Tendo como base o amor, respeito, conhecimento. Uma valiosa Escola onde aprendo e treino a Arte de viver e de me conhecer. Bushido Ryu é o meu pronto socorro !

Meu Diario no Bushido Ryu
9/9/2009 12:23:43

9/9/2009 12:34:39

9/9/2009 12:40:29

10/9/2009 22:26:32

11/9/2009 23:08:53

12/9/2009 20:38:10

13/9/2009 17:55:42

25/9/2009 23:31:35

27/9/2009 08:34:05

27/9/2009 08:52:23

28/9/2009 00:36:04

29/9/2009 22:54:00

1/10/2009 22:53:16

2/10/2009 22:18:18

4/10/2009 19:11:09

10/10/2009 20:56:54

10/10/2009 21:59:18

10/10/2009 22:28:21

10/10/2009 22:29:34

18/10/2009 20:06:34

18/10/2009 20:07:00

18/10/2009 20:07:19

18/10/2009 20:07:37

21/10/2009 01:28:47

26/10/2009 00:53:48

13/11/2009 18:28:12

16/11/2009 20:00:02

19/11/2009 18:01:56

23/11/2009 03:50:53

23/11/2009 19:21:41

24/11/2009 19:02:29

25/11/2009 20:59:52

28/11/2009 04:24:52

28/11/2009 04:30:42

30/11/2009 01:10:28

1/12/2009 13:23:12

2/12/2009 12:56:53

6/12/2009 15:28:02

7/1/2010 01:05:48
Hoje, em minha Vida, um vínculo que nasceu há 18 anos atrás foi rompido. O êxtase deste acontecimento não está simplesmente na expectativa que o novo, neste momento, pode proporcionar. O êxtase está em olhar para a situação e enxergar a minha atuação direta neste episódio do meu viver. Sim Helen Bianchi, foi você que levou a sério as suas verdades, que priorizou as suas necessidades e que de maneira muito corajosa enfrentou os seus medos e fez valer as vontades da sua Alma. Que orgulho de você Helen !!! Acho que é o seu lado Tigre querendo aparecer.... rs Felicidade é uma palavra muito limitada para expressar o que sinto agora. Quando consigo parar de sorrir, o meu coração se aperta por uma única coisa, de não poder compartilhar este momento mega, ultra especial com a minha Vó materna, que hoje, vive para uma outra dimensão ! Sabe Vó, se eu pudesse voltar no tempo, e atuar com a maturidade que tenho hoje, usufruiria muito, mais muito mais da sua companhia, do seu amor silencioso, dos seus ensinamentos e de sua deliciosa energia. Você me faz muita falta e o meu consolo é pensar, que da sua forma, está sim participando deste meu brindar ! O meu troféu, também é seu, assim como é do Bushido Ryu que a cada treino, busca despertar do meu interior, as minhas potencialidades, as minhas partes e inteligências adormecidas. Que traz a tona, meus pedaços ainda sem brilho, para que sejam quebrados, refeitos, moldados, aferidos, lustrados, refinados... Eu só tenho a agradecer e disseminar ao Universo, os efeitos desta REALIZAÇÃO. “Se o mundo não fosse humano, também haveria lugar para mim, porque vivo cada dia para melhorar o meu lado animal” .

17/1/2010 00:16:49
Fizemos combate, enfrentamos adversários de todos os níveis. No meu caso, quase todos têm mais técnica (rs). Sou molenga ainda e minha mente não funciona com maestria, fico perdida, sem saber o que e como fazer. No momento de formar as duplas, sinto vontade de fugir do tatame, me esconder debaixo dos bancos, ir embora para casa. Desejo tudo, menos enfrentar! Mas...não tem outro jeito de crescer, senão admitir os meus pontos fracos, me render e com humildade tirar proveito da situação. É observando a técnica do oponente mais preparado que aprendo como me posicionar. É sentindo a entrada física do adversário em mim, que me conscientizo da necessidade de desenvolver minha defesa. A Marlene e o Professor cansam de pedir para eu fechar a guarda, mas infelizmente, só sentindo o impacto do golpe é que minha mente irá criar movimentos de defesa. Não gosto, mas tenho de encarar!! É me colocando ao lado do mais forte e preparado que os meus pontos fracos e falhas vão aparecer. Caso contrário, não haverá evolução em mim. Sentir a dor é necessário e enfrentar os meus egos também. Meu Pai costuma dizer... Filha, qual é o remédio que não tem gosto ruim? Ta bom... Que venham os combates!  Fiquei uma semana e alguns dias sem me exercitar. O meu físico sente demais quando dou grandes intervalos ao treinamento. É horrível recomeçar... o cansaço domina, o suor inunda, as partes do meu corpo gritam, ficam rígidas e a mente coitada....não acompanha a seqüência dos exercícios. Para Ela, tudo parece novo! Mas... a minha natureza as vezes pede um tempo... não só para o Bushido Ryu, mas para a Arte do Viver....Em um momento destes dias mágicos, onde pra variar eu refletia sobre a Vida, a seguinte pergunta me surgiu: - Helen, estando você, em um estado de graça, o que lhe falta? Minha Alma, respondeu: - Me falta você! Sinto falta da sua companhia... Vive olhando e se interessando por todas as partes, mas foge constantemente das suas! O seu mundo clama por cuidado, o seu templo por sua presença e Eu, por vivenciar as suas verdades. - Pois bem, minha Alma tem razão. Devo priorizar o encontro comigo mesma. - Estarei com Você Helen, participando do seu mundo e marcando a sua existência, lustrando as folhas existentes em seus galhos, regando suas raízes, podando os excessos, retirando as pragas e preparando o seu ventre para florir . Aí sim, poderá ter bons frutos para compartilhar com o TODO. O treino precisa ser considerado neste processo de se cuidar, porque Ele é um instrumento importantíssimo para o ajuste interior. O Dojo tem uma energia muito boa. É fácil de sentir e/ou perceber que a célula “Bushido Ryu” busca em primeiro lugar, aprimorar o aspecto Humano. Muito bom esta cumplicidade do Pensar. Um espaço, um momento para desenvolver o corpo, a mente e o nosso espírito. A Vida é maravilhosa, mas não age com piedade. Precisamos alimentar nossa força interior, para conseguir nos manter Nela, encarando as feridas profundas como simples arranhões, onde nos marcam, mas não nos prostram diante do caminho a percorrer. Viva o Bushido Ryu e o Amor daqueles que se entregam para que através da Arte, a transformação seja possível e constante na Vida de Muitos. OSS

26/1/2010 03:08:27
Hoje o Bushido Ryu reforçou em mim a importância da rendição. Este ato, que a princípio traz a idéia de fraqueza interior, tem também um lado nobre, sábio, que é o de perceber o momento de entregar nossos problemas e conflitos para o curso natural da Vida. Não posso me responsabilizar pelas opções dos outros. Preciso admitir que controlo, mudo, decido somente pela “minha” Vida e até um certo ponto! E que para usufruir o lado nobre da rendição, devo primeiro vencer os meus medos, egos, limitações, respeitar o poder do Universo e aceitar o fato de que a Natureza sempre estará à frente de TODAS as coisas. Porque tudo pertence a Ela! Tenho uma parcela de atuação, onde minhas escolhas e atitudes influenciarão nos resultados, mas o desfecho final não está nas minhas mãos! Por isso, em certos momentos, devo acalmar o meu coração, acreditar que fiz o meu melhor, me determinar a estar forte para enfrentar o que ainda está por vir e confiar que tudo acabará bem porque terá de ser assim. Às vezes, determinada situação ou acontecimento nos soa como se fosse o fim. Debatemos, choramos, questionamos e não conseguimos enxergar que toda dificuldade é um presente, um instrumento, uma oportunidade concedidos pela Vida para nos tornarmos pessoas melhores, mais humanas, mais inteiras, mais fortes, mais cheias de amor... mais amadurecidas, mais seguras, assertivas!!! “Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim" Chico Xavier .

18/3/2010 00:59:39
A lâmpada do meu quarto queimou. Olho, me sinto incomodada e nada faço para reparar. Já tem alguns dias que convivo com a escuridão. Sei que tenho de trocá-la, mas repouso no esperar. Dou um jeitinho aqui, arrumo uma saída ali e o escuro permanece. Por mais que eu tenha fé no Santo Desatador dos Nós, nada vai acontecer. Então me pergunto: Helen, qual o problema de enfrentar o desrosquear de uma lâmpada ? Arrependida do questionamento, percebo que agora tenho dois problemas: a lâmpada e as respostas!! ___ a sensação da solidão vem à tona, meu ego não permite que eu peça ajuda para alguém e o medo terrível de depender do outro se desponta ___ faz cair por terra a idéia de que viver no meu casulo é a melhor e mais confortável das opções ___ a insegurança vem contudo, transformando a altura de 2,0 metros em 20,0 ___ o estalar da janela me convence que o bocao da lâmpada está por explodir ___ e consigo pensar que não mais encontrarei deste modelo de lâmpada em nenhum lugar do País... rs . Pois bem... passada a crise, lembro-me do Bushido Ryu, o lema nos diz que um Guerreiro é sempre um Guerreiro. Saio no quintal, sinto as minhas forças, pego as escadas e confiante “dou à luz” ! Aiiiii que sensação deliciosa do conseguir e de me vencer.... rs____assim é a minha mente, cheia de trocadilhos confusos ! ____Não é fácil admitir, mas não há outro caminho. É preciso identificar os pontos que me fazem parar, dar nome as sensações e aos sentimentos. Fazê-los sangrar até o estágio de receber um excelente curativo. Chamo isso de auto-conhecimento, um processo doloroso, que exige coragem e honestidade. Indispensável para a minha evolução. A cada dia me convenço que não sei ser diferente. E se alguém precisar de ajuda para trocar as lâmpadas, pode me chamar, por esta cor de “faixa” eu já passei. (O amor é inseparável da morte) .

21/3/2010 13:46:22
Sábado, 1a aula do curso que farei neste ano. Simplesmente maravilhoso. Um verdadeiro encontro. Há tempos não sentia tamanha cumplicidade. Meu coração se sentiu em casa. Muito interessante. Minha criança interior reagiu dinamicamente a cada tema abordado. Gostei muito do que vi e ouvi. O sorriso está em mim. No treino de sexta-feira, aprendi que a força possui conceito e aplicação diferentes da potência. A explicação realmente desmistifica! Grande é a importância de compreendermos a funcionalidade de cada movimento que praticamos. A partir do entendimento, a consciência ganha espaço. Estou bastante reflexiva, pois sei que na Vida, uso mais a força do que a potência e pontuar os comportamentos é fundamental para que eu possa ajustá-los. São meios independentes. Na ausência de um, posso me beneficiar do outro. O próximo passo será o de identificar a conveniência de se usar a força ao invés da potência e vice-versa. Aprender é bom demais... a partir de agora, também sei que o meu cérebro envia estímulos neurais ao corpo para a realização dos exercícios quando a carga aplicada for superior a que o corpo está acostumado a suportar. Sinto-me forte e com a estrutura corporal mais rígida. Embora não pareça (rs rs), sinto minha barriga fortalecida e com menos volume. Estes detalhes geram motivação, auto-estima e confiança. Mas cabe considerar que o condicionamento só acontece com a freqüência nos treinos de no mínimo três vezes na semana. A sensação de bem estar que sinto depois dos treinos, é de grande preciosidade para a minha saúde emocional. Estou pulando corda com mais facilidade e a cada treino, suporto um pouquinho mais de tempo... tipo uns 03 segundos (rs rs). Muito interessante perceber que para mim é muito mais fácil carregar o colega em minhas costas do que ser carregada por alguém. Revelo através dos exercícios, as posturas que assumo no meu dia-a-dia. Admiro o trabalho do Prof. Marcelo, porque Ele tem a sensibilidade de perceber as necessidades dos seus alunos e usa a didática como instrumento de reflexão, para rever constantemente a sua forma de trabalhar e o contexto que Ele deseja atingir... seja a arte, o físico ou o desenvolvimento humano. Não me vejo mais sem o Bushido Ryu. Esta arte já faz parte do meu interior. "O grande segredo da Educação consiste em orientar a vaidade para os objetivos certos." (Adam Smith)

7/4/2010 01:39:34
Querido diário! Bushidoryu me deixa assim ! Mexida por dentro e por fora. Tumultua, me tira do lugar, faz minhas idéias borbulharem como um champagne Chandon. O relato dos efeitos do treino em mim é também o registro da minha Vida, pois ao elaborar o aprendizado que vivenciei no tatame, solidifico aqui pedacinhos do meu caminho. Hoje foi demais!!! Faltei por uma semana nos treinos! Sou displicente para uma Arte Marcial que preza a beleza e a perfeição. Não sou exemplo, mas me basta sentir que o Bushidoryu me aceita como eu sou e compreende que conduzir os meus dias com liberdade, me traz de fato felicidade. Gosto do tempo que permeia o intervalo entre as coisas. Para mim, Ele representa equilíbrio, a pausa necessária para avaliar importâncias, valores e motivos que me levam a optar por cada direção. Este espaço faz a Helen se analisar, reunir aprendizados, erros e acertos, dirimir as dúvidas, para que, em um próximo momento, quando em posição de combate, Ela possa estar envolvida pela concentração, revestida de consciência e seriedade porque tem a certeza de que vive aquele momento de verdade.__ “As contrariedades amenizam-se quando encaradas mansamente. Qualquer mal perde sua pungência, quando visto pelo prisma da aceitação complacente. Perguntas-me qual foi o meu progresso? Comecei a ser amigo de mim mesmo”. (Séneca)

11/4/2010 04:55:38
Galerinha do Bem... vou sumir por uns dias, mas na semana que vem estarei de volta!!! Treinem por mim ! Sibele... ___" Acredite em si mesmo, os limites existem para serem quebrados e somos nós que estabelecemos os nossos, sua luta teve início no momento em que vc optou pelo tentar. Dia 20 será somente um, dos muitos detalhes deste grande projeto. As vitórias, muitas vezes, não são aparentes. Independente do resultado. EU ACREDITO EM VOCÊ.

29/4/2010 05:13:32
Nesta terça fui ao treino. Meus pés não tocaram o Tatame, mas o Tatame me tocou. Aprendi, que como partícula do Todo, o Outro se estende a partir de mim, porém se manifesta de forma independente e por vezes diferente. E talvez por existir estes detalhes não iguais é que estar junto possa fazer algum sentido e até mesmo a diferença. Eu só sei lidar com o igual, não sinto vontade, prazer nem saudade do que pode ser diferente. Mas viver assim não é de todo saudável, porque me limita a universos já conhecidos e mesmo consciente do findar de todas as coisas, acabo por desperdiçar o momento, que uma vez cumprido, não volta a se repetir. Nesta aula, o Professor parafraseou um poema de Mario Quintana, que diz : “as pessoas não se precisam, elas se completam...” e olhando a convivência por este prisma, passo a considerar que no compartilhar das diferenças mora a oportunidade de se encontrar as figurinhas que me faltam para preencher o álbum que chamo de Vida. – Pensamento : "Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria aceso o sentimento de amar a “vida” dos seres humanos. A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo afora. Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem. A capacidade de escolher novos rumos. Deixaria para você, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável, o amor e a ação. E, quando tudo mais faltasse, um segredo: O de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída." (Mahatma Ghandi)

2/5/2010 09:49:52
Sábado, participei do treino de Boxe e foi muito bom! A cada revezamento, uma dica, nova maneira de executar os movimentos, particularidades que acrescentam. Muitas palavras de incentivo e uma forte energia a favor do “conseguir”. Neste processo, as características, força e beleza do Outro ficam latentes e como fontes de inspiração, passam a despertar isso tudo em Mim! O respeito se posiciona com autoridade, manifestando o Amor, a Harmonia, limitando o espaço antes ocupado por qualquer outro sentimento humano. Dentre muitas coisas, desejo sempre, adentrar o Tatame com a minha xícara vazia, rendida ao rever e aprender, disposta a ampliar meus horizontes, mantendo minha mente aberta às diferentes formas de se enxergar as mesmas coisas, para depois então, formar a minha opinião, estabelecer os meus limites, nortear as direções na tentativa de me tornar a cada dia uma pessoa melhor, mais madura, equilibrada, prudente, libertando aos poucos o “Mestre” que existe dentro de mim. Não pretendo nocautear, mas quero desenvolver minha defesa, estar preparada para preservar minha integridade física, se um dia assim preciso for. Almejo o movimento, o reflexo, a agilidade, exteriorizar a força, exercitar a mente para a concentração e percepção. Treinar dentro do meu propósito e me manter no caminho do meio, pois penso que... "Tudo que ultrapasse a medida, pende sobre um abismo." (Sêneca)

19/5/2010 20:40:03
A arte é a auto-expressão lutando para ser absoluta. A força sem a destreza é uma simples massa. "Fernando Pessoa"

9/6/2010 06:22:08